Rosa dos Ventos - exposição de trabalhos

Os trabalhos sobre a Rosa dos Ventos estão expostos na biblioteca da EB 2,3 Dr. José Neves Júnior. Foram realizados pelos alunos do 7.º B e C para a disciplina de Geografia com a professora Salomé Viegas, numa articulação com a Biblioteca.

E, para quem não sabe, aqui vão algumas informações sobre a Rosa dos Ventos:

A rosa dos ventos  é uma imagem que representa os quatro sentidos fundamentais e seus intermediários. A rosa dos ventos corresponde à volta completa do horizonte e surgiu da necessidade de indicar exatamente um sentido que nem mesmo os pontos intermediários determinariam, pois um mínimo desvio inicial torna-se cada vez maior, à medida que vai aumentando a distância.
Assim, praticamente todos os pontos na linha do horizonte podem ser localizados com exatidão. Cada quadrante da rosa dos ventos corresponde a 90°: considera-se o norte a 0°; o leste a 90°; o sul a 180°, o oeste a 270°, e novamente o norte a 360°.
A utilização de rosas dos ventos é extremamente comum em todos os sistemas de navegação antigos e atuais. O seu desenho em forma de estrela tem a finalidade única de facilitar a visualização com o balanço da embarcação, portanto os quatro pontos cardeais principais são os mais fáceis de ser notados: norte (0° de azimute cartográfico), sul (180°), este ou leste (90°) e oeste (270°). Dependendo do tamanho da bússola pode caber mais quatro pontos que são chamados de colaterais: nordeste (45°), sudeste (135°), noroeste (315°) e sudoeste (225°); se o visor for maior ainda costumam incluir mais oito pontos, os subcolateris: nor-nordeste (22,5°), lés-nordeste (67,5°), lés-sudeste (112,5°), sul-sudeste (157,5°), sul-sudoeste (202,5°), oés-sudoeste (247,5°), oés-noroeste (292,5°) e nor-noroeste (337,5°).
Assim como os meridianos estão para os pólos, da mesma forma todos os rumos estão para o observador.



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Projeto de Escrita Colaborativa 2017/18

Concurso Nacional de Leitura - 1ª Fase

Efeméride: Día de Muertos